Loading...

Nov 25, 2009

O lucro...e a petição


Há provas de BTT que são criadas e promovidas para o lucro efectivo de entidades privadas, não conscientes do espirito de parceria, solidariedade, companheirismo e ambientalismo que orienta a modalidade. Pena que nós, eu incluido, continuamos a suportar isso e não deixamos de participar nas provas organizadas por entidades privadas.
Sugiro que se lançe uma petição impondo ao Estado que legisle sobre esta matéria. A filosofia dessa legislação deverá assentar num modelo de fiscalização às provas, as quais, necessariamente deverão ter como entidade organizadora um clube ou associação de BTT (devidamente constituida) ou qualquer outra entidade pública. Dessa forma, sabemos que as receitas da iniciativa reverterão a favor de entidades que têm como missão a promoção do desporto e como tal, certamente, aplicarão as verbas na modalidade BTT. Ou seja, o lucro será utilizado naquilo que nós gostamos e não no que a empresa privada considera ajustado. Mesmo que mal organizado, o dinheiro não foi de todo mal empregue, porque será certamente aplicado na melhoria da iniciativa e da modalidade.

Mãos à obra. Somos muitos e por isso não será dificil avançar com esta intenção. Tal como na imagem, basta o primeiro levantar o braço. Os restantes deverão segui-lo.

http://www.parlamento.pt/EspacoCidadao/Paginas/Peticoes.aspx

No comments:

Post a Comment